De Dallagnol sobre o STF

O procurador Deltan Dallagnol, chefe da força-tarefa da Lava Jato em Curitiba e um dos autores das “Dez Medidas contra a Corrupção” – não aprovadas pelo Congresso – ficou decepcionado com a decisão do STF de proteger Aécio Neves, tomada na sessão da noite desta quarta-feira (11). Pelo Facebbok, ele disse:

Não surpeende que anos depois da Lava Jato os parlamentares continuem praticando crimes: estão sob suprema proteção. Parlamentares têm foro privilegiado, imunidades contra prisão e agora uma nova proteção: um escudo contra decisões do STF, dado pelo próprio STF.

Fica o reconhecimento à minoria que vem adotando posturas consistentes e coerentes contra a corrupção, especialmente M. Fachin e Barroso.

2017-10-12T12:08:30+00:00 12 outubro - 2017 - 12:08|Política|0 Comentários


Deixar Um Comentário

%d blogueiros gostam disto: