1992: as ironias de um mundo que gira

Em 1992, poucos dias depois do impeachment de Fernando Collor, Lula foi convidado para o programa Altas Horas de Serginho Groisman. Três anos antes, Lula tinha perdido a eleição presidencial para Collor e recebeu perguntas da plateia sobre como “ele se sentia nesse momento”.

A resposta mostra que o mundo gira e a lusitana roda. O que valia em 1992 voltou a valer um quarto de século depois, mas aí a interpretação dos fatos ficaram diferentes. Veja o vídeo e comprove.

2017-09-17T18:08:12+00:00 17 setembro - 2017 - 05:48|Brasil, Do baú, Política|1 Comentário

Um Comentário

  1. SFU 17 de setembro de 2017 em 08:23- Responder

    Tudo do antes pode ser correlacionado ao tudo do agora. Mas, há um trecho fundamental para entender essa correlação. É quando ele fala do passado tenebroso de Collor e de como ele, Lula, tentou mostrar à sociedade aqueles fatos. A correlação é perfeita com o agora, pois quem conhece o passado tenebroso de Lula, em todos os seus aspectos, desnecessários de relacionar, jamais elegeria um “elemento” como esse para comandar qualquer Instituição, especialmente uma Nação. Estranhamente, aqueles intelectuais e artistas, dos quais ele fala que ganhou apoio por estarem contra a imoralidade pública, ainda permanecem com a mente e os olhos fechados. O porquê disto talvez esteja nos ganhos fáceis auferidos no período criminoso do lullopetismo. Aliás, esses que apoiaram Lulla contra Collor, agora, também apoiam … Collor, já que este foi aliado de primeira hora de Lulla. Assimetria comportamental em suas manifestações máxima, trágica e cômica, essa!

Deixar Um Comentário

%d blogueiros gostam disto: