1987: Alvaro rompe contrato superfaturado

O ano é 1987. O governador do Paraná era o atual senador Alvaro Dias. Naqueles dias se criara uma polêmica na construção da hidrelétrica de Segredo. A construtora era a CR Almeida. Alvaro suspeitou que havia superfaturamento e rompeu o contrato com a poderosa empreiteira – na época a maior do país – e decidiu contratar um consórcio de empresas paranaenses para terminar a obra a um custo final de 96 milhões de dólares mais baixo.

Neste vídeo, Alvaro dá entrevista na TV Paranaense aos jornalistas José Wille e Ruth Bolognese (correspondente do Jornal do Brasil em Curitiba) explicando os motivos da briga. O vídeo faz parte do acervo mantido por Wille e pode ser encontrado em sua versão completa no canal do Youtube mantido pelo jornalista (https://www.youtube.com/user/JWSCOMUNICACAO/videos).

E aqui você o trecho sobre a polêmica usina de Segredo: https://youtu.be/PMeL6U759ZQ

 

2017-07-19T23:26:09+00:00 20 julho - 2017 - 07:50|Do baú, Fotos & Vídeos, Paraná, Política|0 Comentários


Deixar Um Comentário

%d blogueiros gostam disto: